Orgulho Hater


2 Comentários

Internet Limitada, Carnaval e Apropriação Cultural.

*** Este texto pode conter estereótipos raciais e críticas a coisas que vc gosta, se não quiser se aborrecer, não leia este texto, se ler, não encha meu saco***

Back by popular demand.

Quisera o destino que o primeiro texto do ano não fosse depressivo. Não que minha vida esteja boa, ela esta a mesma merda de sempre, um pouco mais até.

Mas eu realmente achei que o primeiro texto de 2017 não fosse  sobre merdas aleatórias que estão na minha cabeça.

Começar o ano com um texto depressivo seria o mesmo que chorar antes da transa. Vc não chora antes de comer a puta, chora depois.


Todo ano tem, ameaça das operadoras de limitar a internet ilimitada, e eu me iludindo com outra menina que parece ser diferente mas é igual.

Agora, limitar a internet é um absurdo maior do que o velório da Dona Marisa.

É um absurdo quase tão grande do que nego fazer buzinasso na frente do cemitério onde ela estava sendo enterrada pra comemorar.

Sinceramente, por mim, foda se a Dona Marisa, pra mim ela não fede nem cheira, quer dizer, agora neste exato momento, isso não parece muito verdade.

Eu acho muito intrigante o nome de um hospital ser Sírio Libanes. Trump nunca se trataria num lugar destes.

Vontando.

A verdade é que a banda larga brasileira é uma das mais caras e mais ruins do mundo. Pau no cu da Vivo que fodeu com a GVT.

E é ruim e cara por um único motivo, todas as operadoras são merda, e todas são caras. Obrigando o consumidor a escolher a menos ruim, ou ficar sem internet.

Eu nunca fui sair pra rua pra protestar, primeiramente pq eu acho que é uma puta perda de tempo, mas meu amigo, se tarifarem  a internet eu vou encarnar a feminista hardmode e vou pelado pra frente de uma loja da vivo com um modem enfiado no cu.


Ah o Carnaval. Essa época boa em que todos os que trabalham em lugares sérios NÃO GANHAM FERIADO.

Eu particularmente amo o Carnaval, adoro do fundo do meu coração, aquele ritmo empolgante que acho que se chama samba, com aquele senhor retardado gritando no fundo. Delicinha.

Reis Momos. Senhores que são reis por um único motivo, ser o cara mais gordo da escola de samba, inclusive, melhor profissão. Enquanto as modelos vomitam pra não engordar, eles comem pra ficar cada vez mais Magin Boo.

Adoro também as moças em seus tragens minúsculos, na verdade essa parte eu gosto mesmo. Nao que Todo resto seja ironia.

Já falei do cheiro de mijo na rua. Aquele aroma natural do Centro de Porto Alegre, que se espalha pelo estado todo.

Todas as emissoras que transmitem a mesma coisa e vc tem que acabar vendo missa  da Redevida. 

Sem falar no dinheiro público absurdo que é investido nestes eventos, mas Carnaval não se faz com escolas e hospitais.

Enfim, ótimas festas pra vcs foliões. Eu vou jogar vídeo game e assistir séries, talvez eu saia na rua pra comprar alguma coisa de gordo pra comer. No mais, hibernarei.


Aproveitando o gancho do Carnaval, eu li uma coisa muito engraçada na internet esses dias, mais engraçada do que todos os meus textos juntos, o que não é muito difícil.

Uma coisinha chamada apropriação cultural.

É basicamente, uma regra que a galera que não tem o que fazer inventou pra encher o saco de gente que tem peoblemas de verdade.

Trata se de vc não poder usar nem falar nada que remeta a uma outra cultura. Por exemplo, uma pessoa branca usar uma fantasia de Alladin.

Na verdade se for usar ao pé da letra, gente branca tinha que nem ir a Carnaval.

Algumas coisas que se vc deve evitar se vc for um politicamente correto de merda.

Asiático: evite ter o paupequeno, evite não se depilar, evite vender pastel de flango, evite tacar aviões em bases americanas, matar baleias, não pode tomar saque nem comer sushi, não pode ser bom em matemática e tecnologia, não pode escravizar crianças pra aumentar sua econômia.

Judeu: evite roupas com listras e tatuagens de números nos braços, evite qualquer tipo de pau durismo, ir fantasiado de Anne Frank escondida num sótão não é uma boa ideia, não peide, nem beba água com gas, ou qualquer tipo de refrigerante.

Alemão: ESTA TERMINANTEMENTE PROIBIDO CAÇAR JUDEUS NO CARNAVAL, além de ser completamente errado, tambem é uma afronta ao passado do povo alemão que inventou e propagou essa cultura.

Mexicanos e latinos em geral: não preciso dizer que sombreros não pode usar, nem plantar cocaína, muito menos rebaixar e tunnar carros, outra grande apropriação cultural que  vc deve evitar é atravessar imigrantes ilegais pros EUA, ser um imigrante  ilegal também.

Frances: se vc sofrer algum ataque terrorista vc já está se apropriando culturalmente dos franceses, cuidado.

Indiano: tome cuidado ao ser operador de telemarketing, ter um supermercado, ser vegetariano, ou dirigir um táxi.

Muçulmano: se vc quer respeitar a história e é a cultura dos muçulmanos segue algumas coisas que vc deve fazer: evite estuprar mulheres, principalmente de países que te acolheram como refugiado, evite cortar cabeça de jornalistas ao vivo, não coma sua cabra de estimação e principalmente não exploda nada no Carnaval.

God Forgive Us – Winter is coming